Os 10 principais erros que as empresas cometem no Facebook

erros-que-as-empresas-cometem-no facebook-lambda-marketing

Os 10 principais erros que as empresas cometem no Facebook

O Facebook  é uma das principais redes sociais da atualidade. O principal motivo é seu alcance: 90% da população que usa a internet no país faz parte da rede, ou seja, mais de 90 milhões de pessoas. Por isso, é essencial que a sua empresa utilize o Facebook nas suas estratégias de Marketing.  No entanto, utilizar o Facebook como negócio é diferente do uso pessoal. Muitos negócios não utilizam a rede social de forma correta e acabam prejudicando toda a estratégia de marketing. Veja agora  quais os principais erros que as empresas cometem no Facebook:

Os 10 principais erros que as empresas cometem no Facebook

1- Não ter metas claramente definidas

Provavelmente o erro mais comum que vemos pelas empresas é a falta de metas claramente definidas. O Facebook faz um excelente trabalho ao delinear os objetivos de marketing que as empresas podem ter, mas ainda vemos as pessoas não definirem o que seria uma campanha bem-sucedida para sua empresa.
Se as empresas entenderem claramente seus objetivos, é possível aproveitar o conjunto completo de recursos que o Facebook oferece; e também permite medir efetivamente seu desempenho na rede social.

2- Empurrar anúncios de qualquer forma

Vivemos em um mundo onde temos a liberdade de escolha como nunca aconteceu antes. Uma das maiores mudanças na publicidade é que os consumidores agora têm o poder de escolher com quem eles interagem; e as marcas mais bem-sucedidas nas mídias sociais entendem isso.

Muitas empresas tentam empurrar seus produtos de qualquer forma no Facebook, em vez de se concentrar em envolver seu público e fazer com que eles interajam de forma natural e espontânea com a sua marca.

3- Usar uma imagem inadequada

Pode parecer bobagem, mas você ficaria surpreso com a frequência que as empresas cometem esse erro. Elas  subestimam a importância de uma imagem adequada. Ter o tamanho de imagem incorreto e permitir que ele seja esticado ou recortado em lugares inadequados, passa uma primeira impressão muito ruim para seus clientes.

4- Sem alinhamento entre o seu anúncio e a página de destino

Um dos principais erros que as empresas cometem no Facebook é pensar que seu trabalho é feito uma vez que o anúncio foi ao ar; não pensam na experiência que os clientes terão uma vez que clicarem em um anúncio.
Não há nada mais confuso para um consumidor do que clicar em um anúncio atraente e cair em uma página inicial genérica que não tem nada a ver com o que estava descrito.

Os anúncios de conversão mais altos possuem páginas de destino personalizadas para suas campanhas, garantindo que os clientes tenham uma experiência satisfatória ao longo do processo. Eles recebem informações relevantes e têm facilidade ​​para se inscrever ou fazer uma compra.

5- Nenhuma Call to Action definida

Um erro simples causado por não ter metas claramente definidas é não mostrar  ao público uma Call to Action claramente definida. Deixe que seus clientes saibam o que você deseja que eles façam quando veem seu anúncio.

Pode ser uma chamada direta como “se inscrever hoje” ou algo mais genérico como “Saiba Mais”. Certifique-se de informar a seus clientes sobre a ação que você espera que eles realizem.

6- Não rastrear conversões

Embora este seja um trabalho um pouco mais técnico, é extremamente simples implementar o pixel do Facebook em seu site. Ter o pixel de rastreamento instalado tem múltiplas vantagens: você pode configurar campanhas para pessoas que realizaram ações específicas ou visitaram páginas diferentes em seu site e pode otimizar suas campanhas para mostrar seus anúncios para pessoas com mais probabilidade de converter em vendas, downloads ou inscrições. O pixel permite que você crie uma experiência de cliente mais personalizada com resultados mensuráveis.

7- Não aproveitar a base de clientes existente ou visitantes do seu site

Este é um erro que faz com que as empresas percam  muitos negócios potenciais. O Facebook tem uma ótima funcionalidade chamada público personalizado: se você tiver o pixel de rastreamento instalado ou um banco de dados de clientes existente com seus endereços de e-mails é possível criar anúncios específicos para esses leads. Ou então você pode dar um passo adiante e criar uma audiência parecida com seus clientes existentes.

Dar ao Facebook acesso ao seu banco de dados existente permite que a rede social mostre seus anúncios para pessoas que são mais parecidas com seus clientes existentes, ou seja, para aqueles que têm grande possibilidade se se tornarem novos clientes.

8 – Pouca compreensão do processo de vendas

Esta é provavelmente uma das maiores razões pelas quais muitas empresas acreditam que os anúncios do Facebook não funcionam para seus negócios. Elas se esquecem de entender a natureza básica de um processo de compra (as chances de alguém se converter em um cliente a partir de um único anúncio são altamente improváveis). As melhores empresas entendem isso e usam o funil como uma analogia de seu processo de vendas.

Elas executam campanhas para gerar conscientização para aqueles que ainda não sabem que existem campanhas quando os clientes mostraram interesse e estão considerando uma compra. Como o último passo, as empresas montam uma estratégia para a etapa de venda, uma vez que seus clientes mostraram a intenção de compra.

Você, por exemplo, não faz uma compra no instante em que você decide comprar uma TV. Provavelmente você irá pesquisar bastante antes de tomar a decisão final. Então não espere que seus clientes ajam de forma diferente.

9- Muito específico ou extremamente genérico na segmentação

A segmentação é outra área em que as empresas cometem muitos erros. Na maior parte das vezes elas são altamente específicas, reduzindo o público até que o anúncio não seja exibido para quase ninguém; ou extremamente genéricas, mostrando os anúncios para um público totalmente irrelevante.

Certifique-se de acertar o público para evitar que seus anúncios sejam genéricos e irrelevantes. Sua pontuação de relevância de anúncios é uma métrica chave. O Facebook classifica a relevância de seus anúncios para seus clientes garantindo que as pessoas permaneçam envolvidas em sua plataforma. Quanto maior o índice de relevância, mais provável será que o anúncio seja mostrado ao seu público-alvo.

Encontrar o equilíbrio certo é a chave para reduzir seus custos e atingir as pessoas corretas com seus anúncios.

10- Não acompanham as métricas

Muitas pessoas iniciam uma campanha e negligenciam os dados para ver o que está funcionando ou não. As empresas devem estar sempre realizando vários experimentos com públicos diferentes e criativos, monitorar os resultados para saber se é necessário fazer algum tipo de alteração. Através da análise das métricas, as empresas podem entregar anúncios que são mais relevantes, custam menos e convertem mais


Conclusão

A razão pela qual os empresários acreditam que o Facebook Ads não funciona é que elas não têm tempo para gerenciar eficazmente suas campanhas publicitárias ou não têm a experiência necessária; por isso acabam topando com um desses erros que as empresas cometem no Facebook.

Há inúmeras empresas que conseguem números impressionantes no Facebook sem gastar nenhuma soma absurda. Se os anúncios do Facebook podem funcionar para elas, por que eles não funcionariam para você?  Experimente, planeje com cuidado e comece a usar tudo o que a rede social oferece. Você vai ver como é possível conquistar resultados como o Facebook.

Estamos oferecendo uma AVALIAÇÃO GRATUITA do Marketing Digital da sua empresa. A partir do resultado, será possível direcionar o seu negócio para melhorar  sua estratégia digital para alcançar ainda mais clientes em potencial.Ficou interessado? Então clique no botão abaixo! Em até 48h vamos iremos te responder com as estratégias para alavancar a sua empresa.

avaliacao-gratuita-lambda-marketing-digital


 

 

0 Comments
    Leave a comment